Ocorreu um erro neste gadget

domingo, 18 de setembro de 2011

A derrota da mulher fatal.

Chega o convite do casamento do seu primo de segundo grau. Aquele que foi seu namorado de infância e adolescência e hoje está prosperando com o negócio de informática, que foi aberto humildemente, no fundo do quintal da casa dele, quando vocês eram ainda namorados (e você disse que não iria dar futuro).
O término do namoro não foi traumático pra você, porque a decisão foi sua querendo focar na sua carreira de modelo e já estava interessada no booker que iria fazer suas fotos.
Você almejava um futuro melhor, do que viver pra sempre em Rocha Miranda, e aquele rapaz era muito provinciano para você. O coitado ficou uns 6 meses de cama, pra se refazer da separação e aceitar que a partir daquele momento, você era uma aspirante a top model, namorada de um booker "famoso" e moradora de um "quitinete" em Copacabana (junto com mais duas coleguinhas "modelos").
Acontece, que o mundo dá voltas: Hoje você está com 30 anos, sua carreira de modelo se limitou a recepções em camarotes da Marquês de Sapucaí, figuração em novelas, e desfiles em eventos de noivas. Aquele booker, te trocou por outra, mas te deixou um filho na barriga. Sua profissão hoje é ser secretária de uma clínica de estética, pra sustentar a sua filha de 7 anos e você voltou pra sua origem: Rocha Miranda.  Voltou a morar com sua mãe!
Este convite de casamento significa pra você a maior derrota que uma mulher pode ter! A coroa de rainha, tão sonhada por você, a vida mansa no Leblon e a lua de mel na Polinésia Francesa vão todos pra "aquelazinha", que você sempre considerou breguinha. A única que conseguiu segurar a onda e os porres dele, pela falta que você fazia.
Ok, chega o dia do casamento. E claro, você quer aparecer mais que a noiva. O que você faz? Mete um vestidão vermelho, todo trabalhado nas fendas e no decote. Cabelos soltos, maquiagem espetaculosa!
É a hora da sua vingança! De você causar e ser notada não só pelo seu ex, mas por todos os presentes. Você é linda, alta e sexy! Sabe envolver um homem como ninguém. E vai que nesta recepção você consiga um bom partido, e ainda de quebra causar aquela dorzinha de cotovelo no noivo?
Só que a euforia dos espumantes e das bebidas finas, fazem você perder as estribeiras. E aí, você se pega fazendo pole dance na recepção, relembrando os "bicos" que você fazia pra completar o orçamento, nos áureos tempos de Zona Sul; Ocupação extra, que sua família não sabia!... (acompanhem o vídeo)

O que fazer depois deste bafão? A morte seria a melhor alternativa...

Nenhum comentário:

Postar um comentário